Entre Aspas – Perder a viagem

Oi, gente! Bom, a tag ‘palavra do dia’ teve seu nome alterado para “Entre Aspas”, não vai mudar nada, mas acho que esse nome combina mais com o objetivo, já que não posto textos de outros autores diariamente, mas sim aleatoriamente. No “Entre Aspas” de hoje,  eu vou compartilhar com você mais uma crônica que eu amo da minha ”musa inspiradora” rsrs  (meu sonho é escrever como ela!): Martha Medeiros. Sei que já postei muitas palavras dela aqui já, mas não me canso. Ela é fantástica e tem uma sensibilidade incrível de transmitir a vida em palavras. Espero que gostem! Beijos e…comentem!

 

 

Perder a viagem

Você pede ao patrão para sair mais cedo do trabalho, pega um ônibus lotado, vai para um consultório médico que fica no centro da cidade, gasta seus trocados, seu tempo e seu humor, e, ao chegar, esbaforido e atrasado, descobre através da secretária que sua hora, na verdade, está marcada para semana que vem. Sinto muito, você perdeu a viagem.

Todo mundo já passou por uma situação assim, de estar no lugar errado e na hora errada por pura distração. Acontecendo só de vez em quando, tudo bem, vai pra conta dos vacilos comuns a qualquer mortal. O problema é quando você se sente perdendo a viagem todos os dias. Todinhos. É o caso daqueles que ainda não entenderam o que estão fazendo aqui.

Estão perdendo a viagem aqueles que não se comprometem com nada: nem com um ofício, nem com um relacionamento, nem com as próprias opiniões. Estão sempre flanando, flutuando, pousando em sentimento nenhum, brigando por idéia nenhuma, jamais se responsabilizando pelo que fazem, pois nada fazem. Respirar já lhes é tarefa árdua e suficiente. E os dias passam, e eles passam, e nada fica registrado, nada que valha a pena lembrar.

Estão perdendo a viagem aqueles que, em vez de tratarem de viver, ficam patrulhando a existência alheia, decretando o que é certo e errado para os outros, não tolerando formas de vida que não sejam padronizadas, gastando suas bocas com fofocas, seus olhos com voyeurismo, sem dedicar o mesmo empenho e tempo para si mesmo.

Estão perdendo a viagem aqueles preguiçosos que levam semanas até dar um telefonema, que levam meses até concluir a leitura de um livro, que levam anos até decidir procurar um amigo. Pessoas que acham tudo cansativo, que acreditam que tudo pode esperar, que todos lhe perdoarão a ausência e o descaso.

Estão perdendo a viagem aqueles que não sabem de onde vieram nem tentam descobrir. Que não sabem para onde ir e nem tentam encontrar um caminho. Aqueles para quem a televisão pode tranqüilamente substituir as emoções.

Estão perdendo a viagem aqueles que se entregam de mão beijada às garras do tédio.

 

Por Martha Medeiros

Posted on by Renata Stuart in Entre Aspas

About Renata Stuart

Renata Stuart tem 26 anos e é mineira, de Belo Horizonte. Se não fosse comunicóloga, seria psicóloga. Romântica incurável, intensa e fã de pessoas, escreve para tentar entender o comportamento humano, os relacionamentos e a si mesma. Desistiu e chegou à conclusão de que a vida não se explica, se sente.

7 Responses to Entre Aspas – Perder a viagem

  1. Kátia

    Oi Renata!

    To lendo tudo aqui no seu blog, rs… quanto conteúdo bacana!!

    Olha, também sou super fã da Martha Medeiros e confesso que gostaria muuito de escrever bem, assim como ela. Não sei se consigo, mas tento aprimorar sempre meus textos.

    Quanto a você eu acho que escreve super bem viu?! Suas palavras também prendem a gente.

    Se puder visitar meu blog, agradeço…

    https://poesiasdakah.wordpress.com/

    Super beijo!!

  2. Luciana Souza

    Oi Renatinha
    Agora entendi porque vc escreve tão bem, vc tem uma ótima inspiradora (kkkkk), que texto maravilhoso, e concordo plenamente com ela. Eu é que não quero perder a viagem!
    Bjão e um ótimo final de semana.

    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    • Renata Stuart

      hehehe Obrigada, Lú. Mas quem dera se eu escrevesse como ela.
      Cuidado pra não perder o trem! rsrs
      Obrigada pela visita de cada dia :)

  3. Bruna

    Adorei o post,adorei o blog e to seguindo..

    Se quiser visitar o meu fique a vontade

    http://bruhbrito.blogspot.com/

    Se quiser seguir e comentar fique a vontade também..

    Beijo e sucesso!

    • Renata Stuart

      Ei, Bruna. Seja bem-vinda.
      Fico feliz que tenha gostado.
      Com certeza vou visitar seu blog =)
      beijo

  4. Flavio Ribeiro

    Ola Renata,
    Belíssimo texto como sempre.
    Acredito que perder a viagem também é dar as costas para a vida, não viver em si! Pois viver requer assumir posturas, entrega, paixão…

    Abraços Flávio.
    –> Blog Telinha Crítica <–

    • Renata Stuart

      Ei, Flávio.
      Muitíssimo obrigada pela sua visita.
      Eu sabia que vcs iam gostar dessa crônica da Martha, é uma das minhas preferidas!
      Com certeza, dar as costas pra vida é perder toda a viagem…

      beijos

Add a Comment