Deixe o sol entrar


Levante, já passa das 9h, pare de brigar com o despertador. Abra a janela, balance o tapete e deixe a poeira ir embora. Permita que o sol entre e te ilumine. Deixe que o vento desarrume seu cabelo. Olhe para o espelho e se veja por dentro. Você já esteve melhor, não esteve?

Esqueça – nem que seja só por hoje –  tudo aquilo que te machuca,  que te corrói por dentro, que te faz retroceder, que não te evolui, que não te faz bem. Guarde essas bobagens pra outra hora, numa gaveta com cadeado. Ou melhor, se você for capaz, apague-as de vez.  Desate os nós, cate os cacos de vidro, e levante a cabeça.

Há milhões de pessoas lá fora. Há milhares de possibilidades, de caminhos, de histórias. E você ai, olhando pra trás. Viva a sua vida, não desperdice seu precioso tempo vivendo a vida do outro.  Seja o protagonista da sua própria vida. Não se conforme, tome decisões.

E por que não mudar? A vida não tem script e você não tem um personagem definido. Quem você quer ser hoje?  Mostre suas facetas para o mundo, deixe as ruas sentirem os seus passos, deixe o mundo te descobrir.

Aperte forte aqueles te querem bem.  Podem ser poucos, mas eles existem. Compre um presente para você. Essa sim, você sempre terá. Se atire ao desconhecido e , adivinhe, conheça-te a ti mesmo. Descubra o que te surpreende, o que te enaltece, o que te move.

Olhe para os seus sonhos. Não como quem olha para o além ou avista uma miragem, mas como quem diz “te vejo em breve”.  E vá atrás deles, um degrau por dia, mas vá. Perdoe para ser perdoado. Ame sem esperar ser amado. Faça o bem sem esperar ser reconhecido. E a vida te trará respostas, naturalmente.

Por Renata Stuart

Posted on by Renata Stuart in Reflexão

About Renata Stuart

Renata Stuart tem 28 anos e é mineira, de Belo Horizonte. Se não fosse comunicóloga, seria psicóloga. Gosta de se jogar, e mergulhar nas intensidades da vida. Nas palavras, encontra uma forma de colocar pra fora seu olhar sobre a vida! Escreve sobre o que sente, o que vê, o que ouve ou o que der vontade.

12 Responses to Deixe o sol entrar

  1. Ellen Diniz

    Esse texto tá maravilhoso, Rê. Não é piegas, mas é passional. Adorei ver esse seu lado. Amei tê-lo lido e marejado os olhos.

    Sucesso, Rê!

    Beijos.

  2. Luciana Santa Rita

    Oi Re,

    Tudo bem? Esse texto representa a mudança que mora em cada um de nós, só que deixamos em um lugar tão escondido que no esquecermos e insistimos no passado. Parabéns pelo texto, show de bola e vamos seguindo, sempre.

    Beijos.

    Lu

  3. Luciana Souza

    Oi Renatinha
    Adorei o seu post, eu já te disse que vc escreve super bem, acho que esse post serve para vc também, serve prá todos nós. Depois olhe no face que eu deixei uma msg prá vc a respeito do seu desabafo. Vc é uma querida, não se esqueça disso.
    Bjão

    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    • Renata Stuart

      Lúú, obrigadaaaa!Tbm adoro seus posts, são sempre muito sinceros e emocionantes. Falando nisso, tô precisando dar uma passada lá!
      Olhei o face e adorei! te respondi já 😀
      Vc tbm é mto querida, e eu A-D-O-R-E-I conhecê-la!

  4. Caio Moutim

    Lindas palavras, Renata!
    Muito bom mesmo!

  5. Adelisa

    Oi Renata: bom dia! Muito lindo o que vc escreveu!
    Estes dias tb escrevi um blog, que tem mais ou menos a ver com o que vc escreveu (“Começar de novo”).
    Quanto aos comentários, não sei te responder…
    Quando posto, eu divulgo na blogosfera e envio também o link para os meus contatos.
    Uma coisa que notei é que o seu link de comentários fica meio escondido (apesar de ficar na parte de cima). Tvz seja isso.
    Um grande abraço, que Deus a abençoe.
    Adelisa.

    • Renata Stuart

      Bom dia, Adelisa! Obrigada, fico feliz demais que tenha gostado.
      Vou no seu blog ler o post a que vc se refere. 🙂
      Quanto à sua observação do link de comentários, faz todo sentido! Não tinha pensado nisso, talvez seja um problema de layout, vou tentar mudar 🙂
      Um abração e Deus a abençoe tbm!

  6. Rui Pires

    Renata, vc escreve maravilhosamente bem!
    Dei um mergulho nestas tuas palavras que devem fazer uma parte de nosso lema de vida!
    Bjs

    • Renata Stuart

      Rui, desse jeito eu fico me achando! Você gostou mesmo? Que bommmm!
      Obrigada pela visita e pelas dicas, adorei seu e-mail e jajá te respondo 😉
      Abs

  7. Flavio Ribeiro

    Ola,
    Quando no final do texto você diz que a pessoa não deve olhar para os seus sonhos como quem olha para um horizonte distante, achei muito legal a conclusão do “te vejo em breve”.

    Creio que temos que ser assim, positivos, elegendo metas realizáveis, com determinação e pés no chão.

    Adorei.

    Abraços, Flávio.
    –> Blog Telinha Crítica <–

    • Renata Stuart

      Oi, Flávio! Obrigada pela visita! e que coisa boa saber que você gostou da conclusão!
      Determinação e fé são indispensáveis a qualquer um né?!
      Abração!

Reply to Caio Moutim