» Renata Stuart

“Fala Sério, Mãe” – um filme baseado em fatos reais

Posted on by Renata Stuart in Resenhas | Leave a comment

Dia desses fui ao cinema com minha mãe. Foi o nosso primeiro programa sozinhas – só eu & ela –  em cerca de três anos. Isso porque eu estive fora do país por um período. Sim, logo eu, que sempre fui grudenta e muito apegada a ela.  Desde pequena, eu era aquela que ficava colada na saia da mãe, sabe? Nas festas de família, eu até brincava com meus primos e amigos, mas voltava a cada quinze minutos para garantir …

Sobre morar longe da família

Posted on by Renata Stuart in Reflexão | Leave a comment

Nada preenche o vazio do silêncio após desligar, com dificuldade, a ligação do skype. A janelinha da webcam se fecha, as risadas e os milhões de beijos enviados se calam e dão lugar à realidade: eu não estou mesmo lá. Eles não estão mesmo aqui, embora parecesse a minutos atrás. A tecnologia ajuda muito, diz meu pai. Sim, ajuda, mas passados os minutos (as vezes horas) da ligação – com assuntos intermináveis – é cada um por si. A vida …

Carta ao novo intercambista

Posted on by Renata Stuart in Reflexão | Leave a comment

Olá, novo intercambista! Bom, vou direto ao ponto. Às vezes você vai surtar. E irá se perguntar porque está do outro lado do mundo trabalhando pesado, dividindo quarto e talvez até passando por certas dificuldades…sendo que a vida era tão mais “fácil” lá, na sua ZONA DE CONFORTO, no seu país. Mas é bem assim: tudo INTENSO, ambíguo e as vezes meio sem sentido. Sim, em alguns dias você vai acordar desejando estar em casa. E no mesmo dia, vai …

Recipro{cidade}: onde mora o amor próprio

Posted on by Renata Stuart in Reflexão | Leave a comment

Reciprocidade. Essa é a palavra de ordem que tem regido minha vida. Dar atenção a quem me dedica seu tempo. Retribuir cuidado a quem me oferece carinho. Importar-se com quem se preocupa comigo. E não, não se trata de egoísmo, mas sim de amor próprio. Talvez um mecanismo de defesa pra sobreviver nesse mundo onde nem sempre (quase nunca)recebemos o que damos. A premissa é básica: quem quer arruma um jeito, quem nao quer, arruma uma desculpa. Se pra vc …

Sobre ser e reapreender a ser solteira

Posted on by Renata Stuart in Reflexão | Leave a comment

Já dizia o sábio Freud: “como fica forte uma pessoa segura de ser amada”. Sim, sentir-se especial a alguém faz bem a qualquer um. Ter alguém que realmente se importe. Alguém que pergunte – com real interesse – como foi o seu dia. Alguém para desejar boa noite. Não dá pra negar, tudo isso deixa a vida mais leve. No entanto, nem sempre temos o privilégio de ter encontrado alguém que mereça tal posto em nossas vidas, uma “metade”, como …

Viver é saltar do alto sem saber voar

Posted on by Renata Stuart in Reflexão | 1 Comment

Dentre as coisas boas sobre envelhecer, é que seguimos evoluindo, aprendendo, descobrindo. Nosso HD é sem limites, sempre tem espaço para o novo. Todas as fases da vida têm algo a nos ensinar. Umas mais que outras. Depois de algum tempo sem sair do lugar, você descobre que, para aprender a “voar”, é preciso dar saltos grandes. Só que essa tarefa não é fácil. Às vezes falta impulso e o voo parece querer perder força. Mas logo você se reergue …

Não quero virar a página, quero um novo livro.

Posted on by Renata Stuart in Reflexão, Textos de amor | Leave a comment

Virar a página é pouco. Decidi que quero um novo livro. Sim, pois a vida é muito curta para perder tempo lendo um livro que não te extasia, que não extrai o melhor de você, que não te tira da realidade de vez em quando.  Quero me reinventar, me reescrever, me republicar. Não que os livros velhos perderam seu valor. Cada leitura tem sua importância e todas elas ficam para sempre guardadas na estante da vida. Cada livro lido no …

Mais essência, por favor.

Posted on by Renata Stuart in Reflexão | Leave a comment

Aprendi que as melhores coisas de se ouvir – e as mais verdadeiras- são ditas ao pé do ouvido, olho no olho, no reservado. A cada dia, observo a vida, as contradições entre palavras e atitude, e concluo: dispenso as falsas exposições. Eu, que sempre fui intensa e exagerada (daquelas que têm vontade de colocar a boca no mundo pra falar o que está sentindo), decidi que prefiro a simplicidade da essência. Prefiro a leveza de um silêncio que diz …

22 de maio – Dia do Abraço

Posted on by Renata Stuart in Reflexão, Textos de amor | 1 Comment

Ahh…o abraço. Nada como estar dentro de um abraço sincero. Envolvida em uma energia gostosa, pura e acolhedora. Só os fracos e insensíveis desconhecem o valor de um abraço. No beijo, existe sedução e mistério. No abraço não. E isso que é mágico: o abraço nos deixa “nus”, transparentes, e revela o que está oculto, denuncia aquilo que não é dito. É um silêncio de entrega e confissão. Mas assim como um beijo, um abraço de verdade exige sintonia. Não …

A batalha dos EU’s

Posted on by Renata Stuart in Reflexão, Textos de amor | 1 Comment

Não sei se é capricho, carência ou saudade. Saudade de quem eu era, de quem eu gostava de ser, de quem eu sonhava ser. Ou se é necessidade. Necessidade de me enfrentar, de me aventurar, de transgredir. Nem que seja uma só vez. Deixar o lado emocional sobressair sobre o racional. Deixar o “agora” vencer a batalha.  E o depois? Ah, depois a gente vê. Sabe essa leveza de enxergar a vida? Eu bem que queria, por um breve momento, …

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11   Next »